RECUPERAÇÃO DE DADOS

   
::   RAID, SAN, NAS
   
::   Desktop
   
::   NoteBook
   
::   Fitas DTL, DAT
   
::   Suportes Removíveis
   
  REPARO DE ARQUIVOS
   
::   Office
   
::   Pst
   
::   Database, SQL, Oracle...
   
::   Password
   
  CONVERSÃO DE SUPORTES
   
::   Sistemas Suportados
 
  CONVERSÃO DE DADOS
   
::   Conversão de Dados
 
 
   REPARO DE ARQUIVOS
 

Recuperação de dados de um arquivo PST  muito extenso ou danificado.

Os arquivos PST de Outlook possuem uma limitação para quanto pode interessar as dimensões que não podem superar os 2 Gigabyte. Se um arquivo PST ultrapassa este limite, outlook não será mais capaz de abrir o arquivo, e não será possível acessar os dados. Nós somos capazes de recuperar cerca 99% dos dados contidos no arquivo.

Eisalgumas mensagens de erro geradas do outlook

  • configurar as propriedades para este serviço antes de usá-lo, acesso ao arquivo negado.

     

  • não possui a permissão necessária para ter acesso ao arquivo.

     

  • erro de sincronização em background.

Somente conosco vocês têm a garantia “Nenhum arquivo – Nenhum custo” que assegura ou reparamos o arquivo recuperado os dados ou não nos devem nada.

Envie-nos agora o arquivo em questão, procederemos a uma análise gratuita do problema e vocês serão contatados do nosso serviço de atendimento ao cliente. Se o seu disco não permite de ter acesso ao arquivo é possível que o suporte seja danificado nesse caso ligue agora para o nosso número (011) 4522-7242. Um dos nossos responsáveis pelo serviço de atendimento ao cliente será pronto a ajudar 24 horas por dia 7 dias por semana.

Por causa das dimensões elevadas do arquivo em questão, será necessário que envie-nos o disco fixo que contém o arquivo ou uma cópia do arquivo obtida com MS Backup em um suporte do tipo DVD.

Métodos para reduzir a dimensão de arquivos muito extensos

Existem dois métodos para reduzir os riscos que um arquivo muito extenso seja gerado no futuro.

Arquivo

Criar um arquivo PST, impostar tal arquivo em modo que seja executado ao menos uma vez por semana e arquivar os elementos com intervalos prestáveis, por exemplo, a cada três meses.O único problema que poderia surgir com este procedimento é devido ao fato que o arquivo poderia também superar o limite dos 2 Gigabyte, provocando assim o mesmo erro e tornando impossível o acesso aos dados. Se bem que as dimensões do arquivo é monitorada constantemente, nada impede que o arquivo ultrapasse por si mesmo a dimensão de 2 Gigabyte, tornando assim impossível o acesso as informações nele contidas.

Arquivo PST múltiplos

Povavelmente esta é a melhor solução. Basta criar um novo arquivo PST para cada projeto, grupo ou pasta de trabalho, etc. e defini-lo de modo apropriado. Impostar diversos arquivos em modo que cada arquivo PST ou a relativa pasta tenham o próprio arquivo, e impostar o flag do arquivo em um modo apropriado. Nesse modo é também impossível impostar separadamente os contatos, os compromissos, as anotações, etc. Ao interno da própria pasta. Impostar também o sistema em modo que as e-mail recebidas sejam transferidas  (não copiadas) automaticamente na pasta apropriada ao interno da caixa inbox. Se bem que isso não impede que o arquivo supere as dimensões de 2 Gigabyte, este procedimento reduz drasticamente a possibilidade que isso ocorra.

Impostar os Arquivos

Antes de tudo, expandir as pastas de Outlook, em modo que seja possível ter acesso às outras pastas, aos contatos, etc. Clicar com a tecla direita do mouse na pasta a qual se deseja criar um arquivo (por exemplo, inbox) e selecionar do menu a voz propriedade. Na janela de diálogo aparecerá a opção “selecionar auto-arquivação” ou “arquivação”. Selecionar a caixa “limpar os elementos”(clean out item after) e selecionar por um período de tempo apropriado (por exemplo 3 meses). Selecionar então o arquivo em qual salvar. N.B.: é possível criar um arquivo pessoal para cada pasta, o que é útil para aquela pasta dedicada à recepção de e-mail em respeito às outras. O último passo, más talvez o mais importante, é controlar que a opção Auto Arquivação seja habilitada. Selecionar o menu Instrumentos e selecionar Opções. Selecionar da janela de diálogo a voz “outro” e selecionar a opção Auto Arquivação. Selecionar a propriedade “Auto Arquivação” e impostar o número de dias dedicados à arquivação. O período “uma vez por semana” deve ser o suficiente, más no caso em que seja uma rotina receber muitas e-mail de grandes dimensões ou com anexos extensos, é aconselhável reduzir o número de dias para consentir uma arquivação mais freqüente. Selecionar o arquivo destinado a arquivação da opção “folhar”. É preferível impostar um nome de arquivo similar a aquele do arquivo PST, por exemplo, se deseja arquivar o arquivo projetos-pst, usar um arquivo denominado Arquivo-Projetos.pst.

Bem, você criou o seu arquivo e agora deseja ler uma e-mail recebida 6 meses atrás. Selecionar o menu arquivo e abrir a pasta Arquivos Pessoais. Selecionar o arquivo desejado e abri-lo. Aparecerá uma nova pasta contendo todos os elementos que você arquivou. Uma vez encontrada a e-mail desejada, fechar o arquivo clicando com a tecla direita do mouse no ícone Pastas Pessoais  e selecionando a opção “fechar

Ligue Grátis - 0800 771 7242 ou (11) 4807 2577
(24 horas - 7 dias por semana) 

 
             
   
  Nossa Empresa
  Por quê nós?
  Case History
  Processo de Recuperação
  Tempo e Custo
  Equipe Técnica
  Laboratório
  Trabalhe Conosco
  Program Partner
  RAID, SAN, NAS
  Desktop
 
   
  Notebook
  Fitas DTL, DAT
  Suportes Removíveis
  Office
  .PST
  Databases
  Senhas
  Sistemas Suportados
  Conversão de Dados
  Perguntas Freqüentes
  Condições e Garantias
 
   
  Suporte Telefônico
  Tecnologias
  Origem da Recuperação
  Perda de Dados
  Recuperação
  Pode ou Não Pode
  Prevenção
  Faça Você Mesmo
  Cancelamento de Dados
  A Sala Branca
  Eletrostáticos
 
   
  História do Suporte
  Disco Rígido
  Evolução
  Estocagem Magnética
  Estocagem Optica
  Estocagem Eletrônica
  Acromini
  Links Úteis
  Contato Recovery Lab
Powered by: Neotimenet Web & Studio.