FAÇA VOCÊ MESMO
 

Sugestões para a recuperação de dados “Faça você mesmo”

 Se você está pensando em usar um dos instrumentos faça você mesmo para a recuperação dos dados, nós sugerimos de ler cuidadosamente esta seção antes de continuar.

Os problemas os quais vocês poderão encontrar usando os instrumentos de recuperação faça você mesmo, ou de recuperação automática não residem nos programas em si, mas na falta de experiência e de conhecimentos necessários para saber quando usar um instrumento ou não. Se o seu arquivo ou o seu disco se tornam inacessíveis, a primeira coisa a fazer é determinar qual seja a causa do erro e como proceder na recuperação dos dados. Não é nada fácil conseguir entender até o fim como usam os instrumentos para a recuperação de dados e quais sejam as suas limitações. Como fazer também para determinar se o disco está danificado ou não?

Pode acontecer que o sistema de arquivos do disco seja por qualquer razão danificado más não o disco. Eis porque a maior parte dos mais modernos instrumentos para a recuperação de dados não escrevem dados no disco que parecem danificados. Caso o seu disco fixo não esteja danificado a nível físico, é preferencialmente usar um utility para a recuperação automática dos dados, se bem que este não oferece uma recuperação perfeita. Será também possível usar sucessivamente um utility profissional no caso que a experiência não tenha dado um resultado positivo. Não se assegura que o disco fixo não esteja danificado.

Um crash é uma das maiores causas que podem danificar um disco ou os arquivos que ele contém e fazer com que eles se tornem inacessíveis. Uma definição de crash é a seguinte: o dano no disco fixo provocado pelo contato entre os cabeçotes e o prato do disco. Isso poderia riscar a superfície magnética do prato. Uma situação desse tipo poderia danificar somente alguns setores do disco ou, na pior das hipóteses, a inteira ou mais superfícies do prato. Os dados contidos em tais setores não poderão serem recuperados em nenhum modo, nem mesmo com o utility profissional. Outros tipos de defeitos são do tipo mecânico ou eletrônico. Erros desse tipo residem no motorzinho do drive, no braço dos cabeçotes e outras partes mecânicas em movimento (interna ou externa). Defeitos no nível hardware geralmente são provocados por usuários pouco cuidadosos que manuseiam o disco sem tomara as devidas precauções. O crash dos discos fixos representam 36% dos casos de perdas de dados dos dispositivos hard disk.

Se o seu disco está danificado é possível piorar a situação simplesmente lendo os dados do disco. Eis um simples exemplo que explica esta cena.

Exemplo:

Se acidentalmente o seu disco caísse, os cabeçotes do disco poderiam entrar em contato com a superfície do disco. No caso fosse somente um contato temporário a coisa pior que poderia acontecer é o cancelamento dos dados do disco; o disco seria ainda utilizável. Normalmente se o disco continuasse a ser usado até que aparece qualquer problema e aí você percebe que o disco não funciona corretamente. O erro relevado poderia sinalar a impossibilidade de ler um arquivo. Isso poderia acontecer até muitos meses depois do crash do disco. Na realidade o que acontece ao interno do disco é que fragmentos produzidos pelo primeiro crash provocariam outros crash de menor importância. Cada crash produziriam outros fragmentos ao interno do disco e o problema em potência se tornaria um pouco por vez em um mau funcionamento irremediável; os crash se tornariam sempre mais frequentes e sempre mais danosos. No momento em qual percebe-se que o disco possui sérios problemas, poderia ser muito tarde. Esse é o momento no qual qualquer usuário procuraria um utility de recuperação de dados. Existem ainda duas alternativas possíveis:

Primeira possibilidade:

È possível optar por uma solução faça você mesmo ou por um utility de recuperação automática. Cada vez que o utility tentasse ler os dados do disco para executar a recuperação, seriam provocados outros crash. Em poucos instantes o inteiro disco poderia se tornar completamente inacessível. Seria então impossível para qualquer utility de recuperação de dados terminar o seu dever, e o disco se tornaria inutilizável. Executando o utility, a superfície do disco poderia estragar em modo permanente. É muito perigoso então tentar executar um utility de recuperação de dados em um disco danificado, sem conhecer perfeitamente o tipo de problema encontrado. Você poderia então piorar as coisas e perder para sempre os dados contidos no disco. Somente ligando o computador e tentando um acesso ao disco, o dano superficial poderia se tornar permanente.

Segunda possibilidade:

No caso em qual deveria escolher programas e métodos de recuperação dos dados profissionais, todos os seus dados (menos aqueles que foram danificados pelo crash ocorrido até este momento), poderão ser recuperados. Antes de tudo a limpeza da parte interna do disco, para evitar outros crash. Procedemos então com a recuperação dos dados executando uma cópia completamente sob o nosso controle. Se acreditamos que esta não seja a melhor estrada a seguir, procedemos a remoção do prato danificado e a sua leitura fora do suporte cheio de detritos. Todavia é ainda possível que os dados não possam ser recuperados, mas nesse modo as chances de recuperação aumentam em modo considerável. Nós aconselhamos de usar o utility de recuperação automática somente no caso em qual os dados contidos no disco não sejam de extrema importância, mesmo sabendo do fato que o risco que andamos de encontro é alto.

Ligue Grátis - 0800 771 7242 ou (11) 4807 2577
(24 horas - 7 dias por semana)

 
             
   
  Nossa Empresa
  Por quê nós?
  Case History
  Processo de Recuperação
  Tempo e Custo
  Equipe Técnica
  Laboratório
  Trabalhe Conosco
  Program Partner
  RAID, SAN, NAS
  Desktop
 
   
  Notebook
  Fitas DTL, DAT
  Suportes Removíveis
  Office
  .PST
  Databases
  Senhas
  Sistemas Suportados
  Conversão de Dados
  Perguntas Freqüentes
  Condições e Garantias
 
   
  Suporte Telefônico
  Tecnologias
  Origem da Recuperação
  Perda de Dados
  Recuperação
  Pode ou Não Pode
  Prevenção
  Faça Você Mesmo
  Cancelamento de Dados
  A Sala Branca
  Eletrostáticos
 
   
  História do Suporte
  Disco Rígido
  Evolução
  Estocagem Magnética
  Estocagem Optica
  Estocagem Eletrônica
  Acromini
  Links Úteis
  Contato Recovery Lab
Powered by: Neotimenet Web & Studio.